Nossa equipe/ Nossos parceiros/ Entre em contato

A People’s Palace Projects foi fundada em 1996 quando o academic Paul Heritage iniciou seu trabalho na Queen Mary University, em Londres, organizando um novo Departamento de Teatro. Paul anteriormente foi fundador, juntamente com o colega James Thompson.

Interessado nas diferentes formas com que a arte pode ser a resposta para amenizar problemas sociais urgentes, a visão que Paul tinha para a People’s Palace Projects foi apoiada pela Queen Mary Universidade e incorporada ao Departamento de Teatro em 1998. A ONG sempre possuiu um foco internacional e um de seus primeiros projetos ocorreu em Burkina Fasso, no oeste da África, direcionado para problemas que afetam as áreas rurais do país, entre eles programas educacionais contra a epidemia de HIV na região.

Trabalhando com parceiros locais, facilitadores foram treinados para desenvolver performances de Teatro Fórum com a população local. Essa iniciativa marcou o começo de um processo que ainda baliza o trabalho desenvolvido pela PPP ao longo dos anos, no Reino Unido e outros países.

Vinte anos se passaram…

A People’s Palace Projects passou os últimos 20 anos criando e discutindo a questão primordial de como a arte pode mudra e vida de indivíduos e comunidade, formando parcerias internacionais e locais com artistas, ativistas, acadêmicos e pessoas de firecentes extratos sociais.

Por mais de uma década, desenvolvemos trabalho em prisões brasileiras, buscando transformer agentes penitenciários em incentivadores de práticas em direitos humanos, ex-detentos em atores e um teatro de arena foi montado na Penitenciária Federal de Brasília.

De lá para cá, a PPP produziu uma ampla gama de iniciativas que tiveram impacto real nas vidas de comunidades brasileiras, incluindo negociações em acordos de cessar fogo entre grupos de traficantes rivais no Rio de Janeiro, até melhorias de infraestrutura em comunidades vilneráveis no Acre, noroeste do Brasil.

O trabalho desenvolvido ao longo dos anos recebeu reconhecimento de diferentes premiações e em 2010, nos tornamos a primeira e única organização a se tornar um Ponto de Cultura internacional do Ministério da Cultura do Brasil. Nosso director artístico, Paul Heritage, recebeu uma honraria do Governo Federal brasileiro pela contribuição internacional à cultura do país. Em 2004, ele foi agraciado com o 70th Anniversary Award do British Coucil e o prêmio ORILAXE de direitos humanos em 2005 pelo trabalho desenvolvido junto a PPP.

Para mais informações sobre os projetos que desenvolvemos, clique aqui