Estão abertas os testes de elenco para montagem de A Tempestade, dirigida pelo aclamado diretor Vik Sivalingam, com estreia prevista para 20 de maio, no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro.

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

 

O Fórum Shakespeare 2016 está com inscrições abertas para o teste de elenco de uma nova montagem do clássico “A Tempestade”, de William Shakespeare, com direção do diretor teatral, preparador corporal e coreógrafo malásio Vik Sivalingam, que há 25 anos trabalha em algumas das mais importantes companhias teatrais do Reino Unido e do mundo, como a Royal Shakespeare Company, The Old Vic e Southwark Playhouse.

Os candidatos devem ter disponibilidade para participar dos ensaios da peça, que ocorrem na cidade do Rio de Janeiro entre os dias de 18 de abril e 19 de maio em período integral, e às performances no CCBB Rio de Janeiro, entre os dias 20 e 29 de maio de 2016. Os atores contratados devem também estar disponíveis para remontagens da peça em outras cidades do Brasil em 2016, inclusive no Rio de Janeiro entre os dias 15 e 21 de agosto.

O casting do espetáculo será composto por nove artistas. Não é preciso ter fluência em inglês para concorrer à vaga. Sob exclusiva e total responsabilidade logística e financeira do projeto “Fórum Shakespeare”, os atores selecionados para o elenco da peça receberão cachê e diárias de alimentação para os períodos de ensaio e apresentações. Eles devem ter disponibilidade para ensaiar oito horas por dia, seis dias por semana, entre o período de 18 de abril a 29 de maio de 2016.

As inscrições no curso são feitas pelo site da People’s Palace Projects até o dia 14 de março, às 23:59. Os candidatos devem escrever uma carta de interesse e um breve currículo. Depois da análise curricular, os participantes selecionados serão convocados por e-mail, até o dia 18 de março, para enviar um vídeo apresentando um breve monólogo da peça (instruções serão enviadas por email) até o dia 21 de março, às 23:59. No dia 24 de março, iremos divulgar o nome dos candidatos selecionado para as audições presenciais, que acontecerão nos dias 28 e 29 de março no Rio de Janeiro.

Confira abaixo um resumo do processo seletivo:

– 07 a 14 de março: inscrições online
– 18 de março: divulgação dos selecionados para enviar vídeo apresentação
– 18 a 21 de março: envio de vídeo apresentação
– 24 de março: divulgação dos selecionados para audições presenciais
– 28 e 29 de março: teste de elenco presencial no Rio de Janeiro
– 18 de abril a 29 de maio: ensaios e performances

Em caso de dúvidas, por favor envie email para: thiago.jesus@peoplespalace.org.uk

 

Sobre Vik Sivalingam

Vik nasceu na Malásia, mas desenvolveu seu trabalho teatral no Reino Unido. Em mais de 25 anos de experiência, já trabalhou como diretor, diretor de movimento, docente e coreógrafo.

Mestre em Direção de Teatro pela Birckbeck University of London, já trabalhou em palcos por todo o Reino Unido, incluindo: Almeida, The Old Vic, The Royal Court, Tricycle Theatre, Southwark Playhouse, Sheffield Crucible, The New Wolsey Theatre e Headlong Theatre. Na Royal Shakespeare Company (RSC), Vik trabalhou como Diretor Residente e se tornou Preparador Educativo Associado, tendo feito pós-graduação em Ensino de Shakespeare, no programa de parceria entre a RSC e a Warwick University.

Recentemente, trabalha como Diretor Residente no musical Made in Dagenham, estrelado por Gemma Arterton (007 Quantum of Solace e Clash of Titans), que estréia em outubro de 2014 em Londres. Vik Sivalingam liderou as oficinas artísticas e educativas do Fórum Shakespeare 2014 em Brasília, Belo Horizonte e São Paulo.

A montagem de “A Tempestade”, dirigida por Vik Sivalingam, faz parte do Fórum Shakespeare, projeto que explora, representa, repensa e celebra o legado do mais famoso dramaturgo do mundo. O Fórum Shakespeare é uma realização do Centro Cultural Banco do Brasil e do Ministério da Cultura com produção da People’s Palace Projects e People’s Palace Projects do Brasil. O Fórum faz parte do programa Transform do British Council e conta com o apoio do Arts Council England, Queen Mary University of London e Funarte.